10 Geniais Filmes Onde os Atores Atuam Sozinhos ou em Dupla

Os filmes aonde atores sozinhos ou em duplas conduzem magistralmente a trama mas são um tanto raros de se encontrar, listei aqui alguns que eu considero os melhores deste segmento, confiram.

Lembrando que os filmes estão dispostos aleatoriamente e não em ordem cronológica.




10- Mortos que Matam (Sidney Salkow, Ubaldo Ragona, 1964)


Sinopse: Baseado num romance de Richard Matheson, o filme tem como protagonista um homem que sobreviveu a uma praga global e agora se defende dos humanos doentes, típicos vampiros, que temem a luz e se alimentam de sangue, chamando seu nome durante à noite. Robert Morgan (Vincent Price) é o tal homem, cientista, que, imune à doença, tenta desesperadamente encontrar uma cura que possa salvar outros possíveis sobreviventes....











09- Trama Diabólica (Joseph L. Mankiewicz, 1972)


Sinopse: Um cabeleleiro e um escritor de histórias de mistérios têm algo em comum: a mesma mulher. Enquanto o primeiro é um amante apaixonado, que não sabe como sustentar as extravagâncias de sua paixão, o segundo é um marido que está cansado dela e pretende ficar com a amante. O marido propõe ao amante da sua mulher que este roube sua jóias e as venda para um receptador de confiança. O marido não sofreria prejuízo, pois as jóias estão no seguro, mas existe um problema: um tenta ludibriar o outro em um duelo de inteligência.



 

08- Os Lobos Nunca Choram (Carroll Ballard, 1983)




Sinopse: O biólogo Tyler parte numa expedição para o gelado Ártico para estudar o comportamento dos lobos que, acredita-se, estão dizimando uma espécie local. Ao chegar logo percebe que terá muitos problemas pela frente: os equipamentos são de pouca utilidade, a comida insuficiente e o isolamento é total. Apesar das dificuldades, aos poucos ele cria um mundo próprio e passa a conviver com os lobos e, mais tarde, com alguns poucos nativos. Baseado no livro autobiográfico de Farley Mowat.

 
07- Honra Secreta (Robert Altman, 1984)


Sinopse: O filme conta com um único personagem, o ex-presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon. Entre uma garrafa de uísque e um gravador, ele reflete e relembra várias passagens de sua vida política, em uma série de monólogos.

 
06- Terra Tranquila (Geoff Murphy,1985)


Sinopse: Depois do Apocalipse nuclear a Terra fica silenciosa Se "Day After" inaugurou o género de filmes catastrofistas sobre o pós-Apocalipse nuclear, onde o forte impacto das imagens se associava ao medo atómico, "A Terra Tranquila" marca uma vertente mais intimista dos filmes apocalipticos. Do celebrado realizador de "UTU" e recente produtor de outro filme de catástrofe natural como é "O Cume de Dante", "A Terra Tranquila" remete-nos para o pior dos pesadelos: o Projecto FlashLight, de uso de energia nuclear correu mal e transformou a Terra num deserto de almas. Só Zack, um dos cientistas do projecto, sobreviveu, mas todo o mundo está silencioso e vazio. Uma impressionante e aterrorizadora ficção científica para uma realidade possível, filmado com rara sensibilidade.

 
05- Náufrago (Robert Zemeckis, 2000)


Sinopse: Chuck Noland (Tom Hanks) um inspetor da Federal Express (FedEx), multinacional encarregada de enviar cargas e correspondências, que tem por função checar vários escritórios da empresa pelo planeta.

Porém, em uma de suas costumeiras viagens ocorre um acidente, que o deixa preso em uma ilha completamente deserta por 4 anos.

Com sua noiva (Helen Hunt) e seus amigos imaginando que ele morrera no acidente, Chuck precisa lutar para sobreviver, tanto fisicamente quanto emocionalmente, a fim de que um dia consiga retornar civilização.




04- Haze (Shinya Tsukamoto, 2005)


Sinopse: Um homem acorda confinado em um minúsculo cubículo de concreto. Não sabe onde está e nem se lembra como foi parar lá. O espaço, além de escuro, é mínimo ao ponto de ser impossível não sofrer danos físicos ao se mover dentro dele. O que o mais aterroriza é que quanto mais sangra, e aumentam as suas insuportáveis dores, menor o cubículo se torna, revelando ser uma espécie de labirinto.






03- Lunar (Duncan Jones, 2009)




Sinopse: Sam Bell(Sam Rockwell) é astronauta que trabalha para a Lunar Industries escavando Helium 3 na lua, onde vive solitariamente apenas com o computador GERTY(Kevin Spacey). Seu trabalho em isolamento na superfície da lua é de 3 anos, o que faz Sam acreditar que sua sanidade mental já não é mais a mesma. 2 semanas antes de concluir seu longo período de trabalho, Sam sofre um acidente nas máquinas de escavação que vai fazê-lo perceber que algo pode estar muito errado com sua mente. Afinal, há 950 mil milhas de casa na lua, a coisa mais difícil de encarar é a si mesmo.





02- 127 Horas (Danny Boyle, 2010)




Sinopse: Em maio de 2003, o alpinista Aron Ralston (James Franco) fazia mais uma escalada nas montanhas de Utah, Estados Unidos, quando acabou ficando com seu braço preso em uma fenda. Sua luta pela sobrevivência durante mais de cinco dias (durou 127 horas) foi marcada por memórias e momentos de muita tensão, relatados em um livro.

 
01- Gravidade (Alfonso Cuarón, 2013)





Sinopse: Sandra Bullock interpreta a Dra. Ryan Stone, uma brilhante engenheira médica em sua primeira missão espacial, ao lado do veterano Matt Kowalsky (George Clooney) no comando de seu último voo antes da aposentadoria. Em uma operação de rotina fora da nave, o desastre acontece. A nave é destruída, deixando Stone e Kowalsky à deriva no espaço, ligados um ao outro apenas por um cabo. Um silêncio ensurdecedor diz que eles perderam qualquer contato com a Terra - e qualquer chance de resgate. O medo vira pânico, consumindo rápido o pouco oxigênio que resta. O único meio de voltar pra casa talvez seja se jogar de vez na aterrorizante vastidão do espaço.








Share on Google Plus

About leandro godoy

Sou o criador, editor chefe e escritor do site Cinema e Fúria. Gosto dos mais malucos exploitations, aos cultuados filmes de arte até ao mainstream do cinemão pipoca. Meus outros interesses são: odontologia, literatura e música.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário