Os 10 Filmes Favoritos de Christopher Nolan

Christopher Nolan começou a fazer filmes ainda criança, quando tinha apenas sete anos, usando uma câmera de seu pai. Estudou, anos mais tarde, literatura inglesa na Universidade de Londres, onde começou a produzir curtas-metragens. Em 1998, realizou seu primeiro filme longa-metragem, intitulado Following.


Christopher Nolan é o diretor dos filmes Following, Memento, Insomnia, Batman Begins, The Prestige, Batman: The Dark Knight, Inception, Batman: The Dark Knight Rises e Interstellar.

Segue-se abaixo a lista dos 10 filmes preferidos do cineasta Christopher Nolan:

 

 


10- Greed (Erich von Stroheim, 1924)


Sinopse: O filme mostra a transformação do caráter de três pessoas. Após um bom tempo trabalhando em uma mina, McTeague se muda para a Califórnia, onde passa a trabalhar ilegalmente como dentista, e conhece e se casa com Trina, prima de seu amigo Marcus, também interessado nela. Trina ganha um grande prêmio na loteria e, aos poucos, vai sendo dominada pela avareza, o que desperta o caráter violento de McTeague, e a inveja de Marcus.


09- Mr. Arkadin (Orson Welles, 1955)


Sinopse: Reclamando de amnésia, o milionário Arkadin contrata o quase detetive Guy Von Straten para investigar seu passado. Quando a procura de Straten por todo mundo revela a sórdida origem da fortuna de Arkadin, testemunhas começam a morrer. Obra menos conhecida do gênio criador de ''Cidadão Kane''.


08- Koyaanisqatsi (Godfrey Reggio, 1982)


Sinopse: Uma obra-prima cinematográfica tão extraordinária que é um deleite para os sentidos, um estímulo para a mente e que acaba por "redefinir o potencial da arte de fazer cinema"(The Hollywood Reporter). O consagrado diretor Godfrey Reggio, o inovador diretor de fotografia Ron Fricke e o compositor ganhador do Globo de Ouro* Philip Glass criaram este "filme mágico, tão rico em beleza e detalhes que a cada vez que o assistimos, ele se torna um filme novo e diferente" (Leonard Maltin).

"Único... profundo... magnético e instigante"(Boxoffice), Koyaanisqatsi contrasta a tranqüila beleza da natureza com o frenesi da sociedade urbana contemporânea. Reunindo imagens de tirar o fôlego a uma premiada e eloqüente trilha sonora, é um trabalho "original e fascinante" (People) - "um dos maiores filmes de todos os tempos" (Uncut).


07- For All Mankind (Al Reinert, 1989)


Sinopse: Documentário constituído por imagens de arquivo da NASA, que apresentam a trajetória das naves das missões Apollo, responsáveis pela primeira ida de humanos à Lua.


06- Merry Christmas Mr. Lawrence (Nagisa Ōshima, 1983)


Sinopse: O mestre japonês Nagisa Oshima, realizador de O Império dos Sentidos, arma mais uma intriga provocante, neste drama de guerra estrelado por David Bowie e Ryuichi Sakamoto. Baseado no livro de Sir Laurens Van der Post, Furyo - Em Nome da Honra relata o choque cultural entre orientais e ocidentais num campo de concentração em plena Segunda Guerra Mundial. O ano é 1942 e o prisioneiro de guerra Jack Celliers (David Bowie) provoca um conflito quando resolve usar suas divisas de oficial, para não obedecer às regras ditadas pelo capitão Yonoi (Ryuichi Sakamoto) num campo de concentração na ilha de Java. A teimosia é repudiada com violência, mas o japonês não consegue acabar com o orgulho e a honra do oficial inglês, o que deixa Yonoi com ódio do inimigo. Mas existe um sentimento escondido por trás deste conflito, algo que não pode ser expresso. Apenas o coronel John Lawrence (Tom Conti) parece entender o que ocorre com ambos.


05- Bad Timing (Nicolas Roeg, 1980)


Sinopse: Em meio à elegante decadência de Viena na Guerra Fria, o psicanalista Dr. Alex Linden (Art Garfunkel) se envolve em uma trama erótica tendo um caso ilusório com Milena Flaherty (Theresa Russell), uma paciente que tentou suicídio. Quando o caso termina, o inspetor Netusil (Harvey Keitel) passa a investigar o verdadeiro motivo da overdose de Milena, que parece estar bem ligado ao seu ex-amante. O filme foi aclamado pela montagem (feita de sobreposições e colagens) inovadora, boas perfomances e inspiradas canções - destacando Tom Waits, The Who e Billie Holiday.


04- The Testament of Dr. Mabuse (Fritz Lang, 1933)


Sinopse: Inspetor de polícia de Berlim investiga um caso em que todas as pistas levam a um homem que está internado num hospital para doentes mentais há muitos anos, o Dr. Mabuse.
 

03- The Thin Red Line (Terrence Malick, 1998)


Sinopse: Durante a Segunda Guerra Mundial, fica claro que o resultado da batalha de Guadalcanal influenciará fortemente o avanço japonês no Pacífico. Assim, um grupo de jovens soldados é enviado para lá, trazendo alívio para as esgotadas unidades da marinha. Lá os recém-chegados conhecem um terror que nem imaginavam, mas no meio deste desespero surgem fortes laços de amor e amizade.


02- 12 Angry Men (Sidney Lumet, 1957)


Sinopse: O filme gira em torno de um julgamento, onde um jovem porto-riquenho é acusado de ter matado o próprio pai. Os 12 jurados se reunem para decidir a sentença, com a orientação de que o réu deve ser considerado inocente até que se prove o contrário. Onze deles, cada um com sua razão, votam pela condenação. Henry Fonda faz o papel do único que acredita na inocência do garoto. Enquanto ele tenta convencer os outros a repensarem a sentença, o filme vai revelando sobre cada um dos jurados, mostrando as convicções pessoais que os levaram a considerar o garoto culpado e fazendo com que examinem seus próprios preconceitos.
 

01- The Hit (Stephen Frears, 1984)


Sinopse: O ex-gângster Willie Parker (Terence Stamp) testemunhou contra antigos "colegas" e agora vive em Santa Elena, na Espanha, onde pensa que pode se esconder da vingança deles. Mas após 10 anos alguns espanhóis o seqüestram e o entregam para Braddock (John Hurt) e Myron (Tim Roth), dois assassinos profissionais. Após confirmarem que era Parker, os assassinos "pagam" os seqüestradores com uma pasta cheia de explosivos, mas um deles escapa. Eles têm ordem de levá-lo a Paris, onde Parker será "julgado" por Corrigan (Lennie Peters), seu ex-chefe.

 
Share on Google Plus

About leandro godoy

Sou o criador, editor chefe e escritor do site Cinema e Fúria. Gosto dos mais malucos exploitations, aos cultuados filmes de arte até ao mainstream do cinemão pipoca. Meus outros interesses são: odontologia, literatura e música.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário