Leonardo di Caprio: Ativismo e o Oscar!

Leonardo di Caprio é um ativista conhecido por criticar as políticas externas imperialistas e bélicas do país e os acordos feitos pelo governo dos EUA com empresas multimilionárias e corporações que prejudicam o meio ambiente. As críticas de Leonardo di Caprio não se limita ao governo mas também a industria cinematográfica norte-americana e a banalização da premiação máxima desta industria, o Oscar.

As mais pesadas críticas feitas por Leonardo di Caprio em relação ao Oscar foi quando o filme Fahrenheit 11 de Setembro do cineasta Michael Moore ficou de fora da premiação como melhor documentário, o filme faz duras críticas ao governo do ex presidente George Bush que na época era o atual presidente dos EUA. Ele debochou e criticou o conservadorismo, a conveniência política e a tendenciosidade da premiação.

Apesar de ser figura carimbada nas premiações do Oscar e já ter sido indicado algumas vezes (cinco vezes!) Leonardo di Caprio nunca se aproveitou da visibilidade e o palanque do Oscar para usá-lo como uma forma de disseminar suas militâncias sobre esses assuntos emergentes. Então, no Oscar deste ano, no qual ele ganhou por melhor ator pelo o filme O Regresso, o ator deu um discurso politizado sobre as consequências do efeito estufa e de como os governos tentam esconder esse problema calando ativistas, ajudando economicamente as grandes corporações que destroem o meio ambiente e gastando milhões em propagandas prol corporações. Parabéns Leonardo di Caprio, depois dessa, sou ainda mais seu fã.

Assista ao discuso completo, legendado em português do Brasil:

https://www.youtube.com/watch?v=ZyjiEjCRKTU

 

 
Share on Google Plus

About leandro godoy

Sou o criador, editor chefe e escritor do site Cinema e Fúria. Gosto dos mais malucos exploitations, aos cultuados filmes de arte até ao mainstream do cinemão pipoca. Meus outros interesses são: odontologia, literatura e música.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário