Batman Vs Superman: O Filme é Bom Mas...

O que todos nós que somos fãs de quadrinhos soubemos é que a DC está muito atrás em relação a Marvel quando se trata de adaptações cinematográficas, isso é um fato consumado que nem precisa ser aprofundado. Por causa disso, a Dc decidiu ousar e lançar logo um filme com a sua preciosa tríade que é composta por Batman, Superman e Mulher-Maravilha. Algo extremamente delicado que poderia causar várias reações no público, criando opiniões diversas e emoções voláteis o que de fato aconteceu. O que poderia ter evitado isso e fizesse com o que a DC/Warner lançasse algo diferente daquilo apresentado até hoje nos filmes de super-heróis seria um roteiro bem amarrado, com uma convincente interpretação dos personagens e seus ideais e uma excelente estória que os colocassem juntos, infelizmente não é isso que vemos neste filme.

O grande ponto fraco desse filme realmente é o roteiro já que a direção de Zack Snider é competente e compensa essa falha que poderia ser fatal em outras mãos. O cineasta é preciso em relação a narrativa visual e um mestre quando se trata da criação de um espaço fílmico quando o assunto são adaptações de histórias em quadrinhos. Zack Snider realmente usa sem medo os próprios quadrinhos como um storyboard, uma qualidade que falta na maioria dos cineastas que dirigem esses filmes.

O roteiro de Batman vs Superman é pífio em vários momentos e não faz sentido na maioria das vezes principalmente quando ele tenta dar uma motivação para a ação dos heróis e explicar a relação deles com aquele universo que é apresentado. O filme tenta criar discussões que já são clichês, como por exemplo quando cita o perigo para uma civilização de se ter um super-herói com poderes supremos e ovacionado pela população como a um Deus sendo ele um potencial elemento passível as fraquezas e desejos de natureza humanas, nesse ponto o roteiro até consegue prender a atenção com pautas interessantes mas ao decorrer do filme percebemos o quanto isso não convence e nem acrescenta em nada, não mantém nenhum paralelo com a estória focada nos super-heróis, dá pra perceber que isso é apenas uma enganação como quando um mágico distrai o público antes de tirar o coelho da cartola.

batman-vs-superman-ew-pics-3

As personagens também não foram bem escritas. Lex Luthor está muito afetado, o ator Jesse Eisenberg que o interpreta faz o que pode e entrega uma boa atuação que condiz com o roteiro, ele consegue demonstrar todas as pertubações e manias que a personagem pede. Lex Luthor é um dos melhores vilões da DC e fica atrás somente do Coringa mas não é isso que vemos nesse filme.

O Superman continua sendo o mesmo escoteiro ingênuo do primeiro filme, ao mesmo tempo que ele se comporta como a um Deus ele ainda não aprendeu a usar seus poderes por completo, isso nos faz questionar os momentos mais épicos do filme, nos fazendo pensar que eles poderiam ter sido evitados se o Superman soubesse usar o básico de seu potencial. O roteiro subestima o público e isso tira totalmente o tesão das cenas. Clark Kent não tem nada de antagonista com o Superman e como no primeiro filme ele não é explorado de forma convincente, isso é culpa do roteiro e não de Henry Cavill o ator que interpreta Superman/ Clark Kent. Até porque até agora Henry Cavill não foi testado se realmente ele pode ser um bom Superman porque até agora ainda não foi apresentado uma história digna da personagem.

O Batman/ Bruce Wayne é a personagem mais convincente de todo o filme mas mesmo assim ele apresenta diversos problemas narrativos, não sabemos se o que ele faz durante o filme é por problemas mentais ou por algum ideal principalmente quando se trata do seu ódio pelo o Superman, se existe um motivo aí ele não convenceu em nada, foi mais fácil acreditar que ele possui um sério problema de bipolaridade. Ben Affleck também não está ruim, ele atua de acordo com o roteiro e o que a narrativa pediu, ele fez muito bem.

Enfim, Batman vs Superman não é um fracasso ele é divertido e muito bem dirigido, os grandes culpados por este filme não ser a melhor adaptação de quadrinhos já feita para o cinema foram dos roteiristas Chris Terrio e David S. Goyer que não souberam escrever uma boa estória. Batman e Superman são os personagens mais idealistas da DC, possuem personalidades fortes e várias facetas, nas mãos de bons roteiristas suas estórias são imbatíveis.

Até hoje, em pleno 2016, eu ainda não entendo o porque dos renomados escritores de quadrinhos como por exemplo Mark Waid, Grant Morrison e Scott Snyder entre outros, ainda não foram cogitados a escreverem esses filmes, eles conseguiriam facilmente criar uma boa estória desses personagens para o cinema. Não existem pessoas mais qualificadas do que eles para criar algo digno, se vivêssemos como a décadas atrás ainda entenderia mas estamos bastante evoluídos e a industria dos quadrinhos nunca foi tão forte como é agora, parece que os filmes de super-heróis estão em eterna fase de testes não havendo nada novo e nem ousado, o único que tentou isso e deu muito certo foi Christopher Nolan com sua trilogia do Batman, neste estado de hibernação e sem inovações essas adaptações serão sempre o mais do mesmo.
Share on Google Plus

About leandro godoy

Sou o criador, editor chefe e escritor do site Cinema e Fúria. Gosto dos mais malucos exploitations, aos cultuados filmes de arte até ao mainstream do cinemão pipoca. Meus outros interesses são: odontologia, literatura e música.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário