Demolidor: A Segunda Temporada Comentada!

O que esperam os fãs de quadrinhos e de cinema que assim como eu sempre comparam as mídias quando um novo filme ou série de TV baseados em quadrinhos são lançados é que as pessoas envolvidas no processo de criação dos quadrinhos também estejam no processo criativo do live action, e que as adaptações sejam mais fiéis possíveis ao cânone da personagem e do universo retratado. Isso se intensifica ainda mais quando a personagem em questão é algum que você goste, no meu caso o Demolidor. Para mim os personagens secundários da Marvel sempre foram melhores do que os principais, quando criança achava o contrário, mas depois de adulto minha visão sobre eles mudaram e por causa deles até hoje sou um ávido leitor de quadrinhos.

A Marvel acertou em cheio quando escolheu adaptar novamente o Demolidor para live action em formato de série de TV e isso deu mais liberdade criativa para desenvolver melhor as histórias sobre esse conturbado herói, um personagem que não possui poderes sobre-humanos e que enfrenta ameaças bastante humanas principalmente batalhas internas que desafiam seus princípios morais e códigos de conduta na luta contra o crime.

A série de TV está em sua segunda temporada e continua genial, mantendo o nível da primeira e em alguns aspectos conseguindo supera-la em vários sentidos. Nesta segunda temporada Matt Murdock/ Demolidor ainda está tentando conciliar sua dupla vida como um advogado altruísta durante o dia e o de vigilante implacável durante a noite em mais uma excelente atuação de Charlie Cox. Nesta segunda temporada a cina do herói é intensificada e forjada de forma bastante convincente, vemos a vida pessoal de Matt Murdock desabar quando ele é obrigado a fazer escolhas que coloque em cheque sua vocação como vigilante e as artimanhas que o fazem questionar seus princípios morais e as regras que estabeleceu para não cruzar a linha da sanidade. Aí é que entra o seu antagonista, outro grande personagem da Marvel que vive no mesmo universo do Demolidor nos quadrinhos, o complexo sociopata Frank Castle, que perturbado pelo assassinado brutal de sua família se torna num assassino em massa de criminosos, num carrasco que aterrorizará Hell's Kitchen deixando um rastro de sangue e destruição por onde passa, sendo apelidado pelo nome de Punisher. Outra grande personagem que antagoniza os princípios morais de Matten Murdock/ Demolidor que estará nesta segunda temporada é a assassina profissional e sua antiga namorada Elektra.

maxresdefault

O universo do Demolidor é cheio de personagens que desafiam seus complexos que se intensificam com seus erros gerando consequências que os definem, ou seja, personagens de várias personalidades e facetas bastante humanas e complexas. Essa  característica da HQ foi muito bem explorada na série de TV e personagens que servem de apoio para a principal acabam se tornando essenciais para o público que se identifica com eles. Esses personagens não são jogados na trama de qualquer forma fazendo com o que o público seja obrigado a aturá-los, mas são convincentes com uma presença forte e importante.

As várias referências a importantes estórias do demolidor nos quadrinhos dá um charme a mais para a série, como a cena do Justiceiro que prende o Demolidor numa chaminé e o faz confrontar sua moralidade amarrando uma arma de fogo à sua mão e forçando a usá-la. Isso é um contraponto para o senso moral do Demolidor. O Justiceiro se utiliza duma tortura psicológica para colocar o herói no seu lugar o obrigando a estar no seu ponto de vista quando o assunto é combater a criminalidade. Uma referência direta a graphic novel Justiceiro: Bem Vindo de Volta, Frank.

Enfim, a série consegue cumprir o que promete e entrega um excelente resultado. Mais uma adaptação primorosa do Demolidor e a primeira vez que vemos o Justiceiro de forma convincente nesta mídia. Estou aguardando ansiosamente a terceira temporada!

 
Share on Google Plus

About leandro godoy

Sou o criador, editor chefe e escritor do site Cinema e Fúria. Gosto dos mais malucos exploitations, aos cultuados filmes de arte até ao mainstream do cinemão pipoca. Meus outros interesses são: odontologia, literatura e música.
    Comentar pelo Blogger
    Comentar pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário